Canil d´Alpetratínia d´Alpetratínia Kennel



Cão da Serra da Estrela de Pêlo Curto e de Pêlo Comprido

Estrela Mountain Dog Short and Long Hair




quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Novo Projecto "CÃOtigo sempre"

foto Sara Alvarinhas
"Cãotigo sempre” é o nome do projeto de intervenção para idosos iniciado pelo canil d´ Alpetratínia no lar Nossa Senhora de Fátima no Fundão. A sessão piloto aconteceu no dia 1 de dezembro e basicamente serviu para o Guincho d´Alpetratínia fazer o reconhecimento do espaço e das pessoas que posteriormente serão acompanhadas pela equipa de criadores da raça Serra da Estrela. Guicho tem 12 anos o correspondente a 84 de um ser humano. Logo à partida a curiosidade levantada por João Silvino e Marta Correia gera conversa e outras curiosidades à volta dos cães. Ainda receosos, alguns dos idosos aceitam a sugestão da psicóloga Sara Alvarinhas e passam a mão pelo Guincho. Logo ali se observa o raciocínio e diálogos entre o grupo que naquela tarde se encontra no lar Nossa Senhora de Fátima. Recuperam-se histórias de vida, brincadeiras e malandrices de outrora. Revela-se a relação que os idosos tiveram ou ainda têm com os animais. A estimulação cognitiva e sensorial associada à atividade física estão no epicentro de cada sessão com os cães d`Alpetratínia. João Silvino explica que cada encontro permitirá estabelecer laços com um exemplar diferente. “Nesta sessão o Guincho conseguiu selecionar uma ou duas pessoas com quem gerou empatia e mútuo conhecimento”, verbaliza quem vê na intervenção com cães “a melhoria da qualidade de vida e saúde, proporcionando relacionamentos, entretenimento e oportunidades de motivação”. As intervenções com cães são reconhecidas em todo o mundo como benéficas “inclusivamente para utentes portadores de demências ou depressões”, sublinha Sara Alvarinhas. Em cada sessão de aproximadamente uma hora, o mimo é considerado “a principal ferramenta” pois “dar e receber carinho, passear, ladear o utente ou estimular energia através da carícia ou da brincadeira” melhorará a “condição física e motora bem como o lado emocional de qualquer pessoa”, explicaram. As sessões com cães comprovam a aposta da Santa Casa da Misericórdia do Fundão na concretização de projetos diferenciadores e cuja missão é cuidar dos utentes. 
Dulce Gabriel

Sem comentários:

Publicar um comentário